Instruções Normativas

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/AUGE Nº 01/2021

Republicação por incorreções do item 8 do anexo da instrução Normativa CGE/AUGE nº 01/2021, aprovada pela Resolução CGE nº 07, de 12 de março de 2021, publicada no Minas Gerais do dia 13 de março de 2021.

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/AUGE Nº 4/2020

Anexo nº único/CGE/GAB/2020

Estabelece as orientações técnicas da avidade de Auditoria Interna Governamental do Poder Execuvo Estadual.

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/AUGE Nº03/2020

Anexo Único da Instrução Normativa CGE/AUGE Nº03/2020

Dispõe sobre a necessidade de sistematizar e padronizar as ações necessárias à quantificação e registro dos benefícios decorrentes da atividade de auditoria interna, para evidenciar os resultados dos trabalhos executados por parte da Auditoria-Geral (AUGE) e das Unidades de Auditoria Interna Governamental das Controladorias Setoriais e Seccionais da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual.

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/AUGE Nº02/2020

Aprova a Instrução Normativa que trata dos procedimentos de consultoria sobre riscos em contratações emergenciais, a que se refere o art. 3º do Decreto NE nº 113, de 12 de março de 2020.

INTRUÇÃO NORMATIVA CGE/AUGE Nº01/2020

Aprova as diretrizes técnicas para a prestação de serviços de consultoria, de atividade de auditoria interna governamental, pela Auditoria-Geral e Controladorias Setoriais e Seccionais do Poder Executivo Estadual.

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/GAB Nº. 02/2020

Dispõe sobre o procedimento a ser observado pelas unidades da Controladoria-Geral do Estado para subsidiar a supervisão e o monitoramento das ações do Plano de Integridade.

INSTRUÇÃO NORMATIVA CGE/GAB Nº01/2020

Dispõe sobre o procedimento a ser observado pelas unidades da Controladoria-Geral do Estado para subsidiar o monitoramento das ações do Planejamento Estratégico.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2018/CGE

A Controladoria-Geral do Estado (CGE), no uso das atribuições que lhe confere o Decreto 47 .139, de 24/01/2017, bem como nos art. 9º e 48 da Lei n. 22 .257/2016, e considerando a necessidade de instituir procedimentos e padrões a serem observados pelas unidades setoriais e seccionais de controle interno integrantes do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Estadual quanto ao controle preventivo previsto no inciso II do art. 2º do Decreto nº 43 .817, de 14 de junho de 2004, bem como conforme a previsão do art. 1º da Resolução CGE n. 008/2015.