IA-CM e Programa de Qualidade

IA CM e Programa de Qualidade Imagem

O que é Modelo de Capacidade de Auditoria Interna (IA-CM) para o setor público?

O Modelo de Capacidade de Auditoria Interna para o setor público – IA-CM (Internal Audit Capability Model for the Public Sector), desenvolvido em 2009 pelo Instituto dos Auditores Internos (IIA) com apoio do Banco Mundial, atualizado posteriormente em 2017, é um framework internacionalmente reconhecido que identifica os fundamentos necessários para uma auditoria interna efetiva, de modo a atender às necessidades da administração da organização e às expectativas profissionais da função. É um modelo universal baseado em práticas líderes que podem ser aplicadas globalmente. O IA-CM se presta a ser uma ferramenta estratégica, uma estrutura para auto avaliação e avaliações externas e um roteiro para melhoria e desenvolvimento ordenados. 

O modelo está estruturado em uma matriz denominada Matriz de 1 Página, contendo 5 níveis de maturidade, 6 elementos de auditoria e 41 macroprocessos (KPA – key process areas) vinculados a esses níveis e elementos. Cada macroprocesso possui um objetivo específico e identifica as atividades essenciais que devem ser colocadas em prática e sustentadas. Para alcançar um nível de maturidade é necessário que todos os macroprocessos do mesmo nível estejam implementados (institucionalizados), o que representa estar na cultura da unidade de auditoria interna. 

O IA-CM é atualmente a ferramenta estratégica nacional recomendada aos membros do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) e adotada pela Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais (CGE-MG), com o objetivo de fortalecer a atividade de auditoria interna governamental no Brasil, mediante a Parceria instituída desde 2014 entre o Conaci e o Banco Mundial (World Bank).

A CGE-MG faz parte do Acordo de Cooperação Técnica assinada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), Controladoria-Geral da União (CGU) e Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), que visa estabelecer integração de metodologias e técnicas entre os partícipes, com vistas à implementação de ações conjuntas que assegurem a realização de intercâmbio de conhecimentos técnicos, especialmente no que tange ao Modelo de Capacidade da Auditoria Interna. Para ter acesso ao relatório final do Acordo de Cooperação Técnica, clique aqui.

Saiba mais sobre o IA-CM

Normativos

  • RESOLUÇÃO Nº 3, DE 8 DE FEVEREIRO DE 2018: Altera a redação dos incisos I e II do artigo 2º e do artigo 4º da Resolução CGE nº de 30, de 28 de outubro de 2017, que institui Grupo de Trabalho com o objetivo de realizar a autoavaliação da Controladoria-Geral do Estado com base no modelo IA-CM.

Estratégia da CGE-MG

Relatórios da CGE-MG

Artigo e Dissertação:

  • Modelo de Capacidade de Auditoria Interna (IA-CM): Processo de validação independente de autoavaliações IA-CM no âmbito da parceria entre o Conselho Nacional de Controle Interno e o Banco Mundial para fortalecimento da auditoria interna governamental